fbpx
O Guia Da Luz

Você já deve conhecer a projecção astral, onde conseguimos “descolar” nosso corpo astral do físico com consciência. Mas, existem pessoas que conseguem, após desdobrar o corpo astral, fazer um segundo desdobramento e abandonar o corpo astral, para adentrar nas esferas mentais. Não é incrível? Vem saber mais sobre isso!

OS VEÍCULOS DE MANIFESTAÇÃO DA CONSCIÊNCIA

Se engana quem pensa que temos um corpo físico, um espírito e só. Não é bem assim. O corpo físico é o mais denso entre os corpos de manifestação da consciência, mas existem outros!

O DUPLO ETÉRICO

Quando os elementos espiritual, perispiritual e físico se contactaram, foi necessário criar um intermediário, um filtro que absorvesse e reciclasse as energias que percorrem essas três entidades. Esse é o duplo etérico, o elo mais ténue, que liga o corpo físico ao seu corpo astral. O duplo etérico é quase material, não menos denso que o corpo físico mas mais materializado do que o corpo astral. Ele é inanimado, um corpo energético que só existe quando temos a ligação do corpo físico com o corpo astral. É ele quem canaliza para o corpo físico todas as energias que alimentam esse corpo, através dos nossos chakras. Ele é quase que um espelho perfeito do nosso corpo, uma cópia vital de idênticos contornos. Como ele é um veículo de ligação, quando morre o nosso corpo físico, imediatamente morre também o corpo etérico.

O CORPO ASTRAL

O corpo astral é o que a maior parte das pessoas conhece por espírito, e é esse corpo que usamos para fazer as projecções astrais e conseguir, com consciência, ter experiência no mundo astral. Psicossoma, alma, corpo psíquico, corpo espiritual ou corpo emocional. Este costuma ser uma duplicata do corpo físico, mas pode sofrer algumas alterações dependendo do nível de lucidez da consciência. Ele se manifesta em dimensões mais subtis que a material, por isso é ele que é usado para transportar a consciência para as primeiras dimensões do mundo astral, possíveis de serem acessadas através da projecção.

O CORPO MENTAL

O corpo mental é um envoltório subtil do espírito, pois, o espírito não possui uma forma definida. O corpo mental é o veículo superior de que se reveste a individualidade eterna, onde processamos o raciocínio puro, de onde procede a formação dos outros corpos inferiores. Sua estrutura íntima é de natureza vibrátil muito superior à do corpo astral, embora suas energias sejam de características magnéticas, variando sua frequência vibracional de acordo com a natureza do pensamento. Podemos imaginar o corpo mental como a auréola com que pintores distinguem gravuras nas quais reproduzem espíritos elevados (anjos, arcanjos e serafins). Isto é apenas uma representação gráfica, é claro, mas suficiente para compreendermos essa projecção magnética da emissão e recepção de vibrações do espírito.

E, quando falamos em projecção mental, estamos falando na habilidade de desdobrar o corpo mental do corpo astral, com a mesma consciência que conseguimos atingir ao desdobrar o corpo astral do físico.

DESDOBRANDO O CORPO MENTAL

Como já citado no início do artigo, o desdobramento que acontece na projecção astral é quando conseguimos manter a consciência manifestada no corpo astral. É através desse veículo que os projectores conseguem adentrar nas dimensões mais subtis que a matéria, e viver todo tipo de experiência de aprendizado e amparo. Mas existem algumas poucas pessoas que conseguem ir além, desdobrando o corpo mental do corpo astral para acessar dimensões muito subtis e elevadas.

É o que acontece na obra Nosso Lar, quando André Luiz vai visitar sua mãe. Ele, e corpo astral, está na colónia espiritual Nosso Lar, e uma das primeiras pessoas que ele sente falta quando chega nesse lugar é de sua mãe. Porém, ele é informado de que ela habita um outro lugar, em uma dimensão mais subtil. Os dois estão no mundo espiritual, porém, em dimensões vibratórias diferentes. Assim, André Luiz recebe a visita da mãe em Nosso Lar, mas não consegue ir visitá-la onde ela habita. Em dado momento, essa permissão é concedida e vemos acontecer o processo de desdobramento mental, onde o corpo astral é deixado para trás e o veículo mental é usado para acessar essa dimensão mais subtil e elevada. André Luiz adormece, seu espírito se desprende do corpo astral e ele, revestindo apenas o corpo mental, vai à dimensão em que está sua mãe e a visita, servindo-se de um corpo mais subtil projectado pelo seu campo mental especificamente para aquela finalidade.

Aqui, o corpo mental de André Luiz estando em sintonia vibracional com a esfera habitada por sua mãe, consegue engendrar o corpo subtil de que se serve e é por isso que ele consegue visitá-la. Seu corpo astral, denso e grosseiro, não poderia ascender até o plano de existência habitado por sua mãe. Mas como o corpo mental é um envoltório bem mais subtil e, em razão de a mente de André Luiz já possuir evolução vibracional suficiente para atingir o plano de existência de sua mãe, foi possível que a visita acontecesse.

COMO CONSEGUIR UMA PROJECÇÃO EM CORPO MENTAL

Está aí um segredo que poucos conhecem. A projecção astral já é uma habilidade conhecida por poucos, e, quando não é o caso dessa capacidade já vir aflorada desde o reencarne, é necessário muito estudo e prática para conseguir projectar a consciência no mundo astral usando o nosso corpo astral. Isso envolve a nossa lucidez e muito trabalho energético, já que só é possível acessar, de imediato, as dimensões mais densas do mundo espiritual que são as mais próximas da matéria. E se manter consciente nesses locais exige um esforço tremendo e um domínio energético que poucas pessoas possuem quando encarnadas. Tanto é que as experiências de projecção astral são muito rápidas, pois, quase sempre, o projector ou perde a consciência muito rápido ou ultrapassa os limites possíveis da rememoração da experiência.

Nesse sentido, se mal conseguimos usar o corpo astral para acessar conscientemente as primeiras dimensões astrais, o que dirá desdobrar o corpo mental do corpo astral para visitar dimensões muito mais subtis e elevadas. É realmente muito difícil atingir esse nível de desenvolvimento mental e espiritual, no umbral onde vivemos. Mas, impossível não é. E você só vai saber se conseguirá, tentando. Por isso, o primeiro passo para conseguir um desdobramento mental é dominar a projecção astral. A projecção astral vai exigir que você conheça profundamente o funcionamento da consciência, do corpo físico e astral, e também como trabalhar as energias para conseguir esse desdobramento. Da mesma forma, existe um certo patamar de conhecimento que adquirimos através da experiência, que vai possibilitar que você consiga, provavelmente com a ajuda dos mentores espirituais, visitar em corpo mental as dimensões mais elevadas.

É tudo uma questão de conhecimento, domínio das energias e força de vontade! Quanto mais subtil fora sua vibração, mais fácil vai ser para que você consiga a permissão e a ajuda necessária para viajar para os mundos mais surtis do astral. Vale muito a pena tentar! Basta começar.

Artigos Relacionados

Sobre o autor Ver todos os artigos

O Guia Da Luz

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Não perca uma pitada do nosso site!
Subscrever á Newsletter
Seja o primeiro a receber as últimas actualizações e conteúdo exclusivo directamente na sua caixa de entrada de e-mail.
Subscrever
Experimente, você pode cancelar a inscrição a qualquer momento.
close-link

LOJA O GUIA DA LUZ

Artigos místicos e decoração, Banhos de Sal e Ervas, Sabonetes, Baralhos de Tarot e Adivinhação, Cristais de Selenite, Imagens Afro-Brasileiras, Orientais e Católicas, Essências, Queimadores, Incensos, Velas e Velões para Rituais, Óleos, Florais, Sal dos Himalaias, Talismans e muitos outros produtos...
VISITAR LOJA ONLINE
close-link
Click Me

Bem Vindos

Você não nos encontrou por acaso. A ajuda que você precisa pode estar bem aqui. Entre em contacto e desabafe sobre os seus problemas. Garantimos dar o melhor de nós para ajudar você a resolver todos os seus obstáculos. Sob a luz dos vossos Guias.
CONTACTE-NOS!
close-link
Será destino?

Pin It on Pinterest

Share This
%d bloggers like this: