O Guia Da Luz

Actualmente, quando falamos de menstruação, as primeiras coisas que vem na nossa cabeça são negativas: cólicas, inchaço, dores, espinhas, mudanças de humor, etc. Fazemos um esforço tremendo para levar nossas vidas como se “nada estivesse acontecendo” e tentamos esconder ao máximo que estamos passando por ela, não falamos que estamos menstruadas e sim que estamos “ naqueles dias”. Ainda existe um imenso tabu por trás desse tema, sendo visto até como algo “ nojento” sendo que é algo completamente natural.

Tanto que no passado, a menstruação era vista como algo sagrado em diversas culturas e com o tempo pois muitas vezes, o ciclo das mulheres estava sincronizado com as fases da lua de maneira que se observa até mesmo uma diferença no comportamento delas.

Entrar em contacto com esse fluxo é bem mais fácil do que se imagina, basta compreendermos que somos cíclicas e o que cada época desse período significa. Isso quer dizer que nossas fases durante o mês tem um potencial mais fácil para determinadas actividades e uma “vibe” energética diferente.

A FASE DA LUA CRESCENTE

A primeira fase da lua é a fase crescente pois é quando ela começa a aparecer e tomar seu formato depois do fechamento do último ciclo. Com as mulheres, esse processo acontece na fase pré-ovulatória, marcando o início de tudo. No corpo feminino, é o momento em que liberamos o hormônio estrogénio e o folículo amadurece. Assim, é o momento de mais energia no mês pois nós estamos com os hormônios regulados e sem preocupação de engravidar.

É um momento de liberdade, sexualidade despretensiosa e (como nos dias de lua crescente) é o instante ideal para começar novos projectos! Nossos pensamentos são mais objectivos e nos sentimos mais motivadas. É nesse instante que nos sentimos donas de nós mesmas, mais confiantes e temos tendência a ser um pouco mais egoísta. Por ser um momento mais leve, o arquétipo feminino dessa fase pode ser chamado de donzela.

A FASE DA LUA CHEIA

Contudo, a donzela amadurece se tornando o arquétipo da mãe. Em torno de 13 à 16 dias, chegamos na fase ovulatória que é quando o óvulo é liberado, nosso corpo libera o hormônio progesterona e se prepara para ser fecundado. Então, assim como a fase da lua cheia (que é o melhor momento para fazermos simpatias de amor), aqui é o momento do mês que nos sentimos mais românticas e atenciosas, que cuidamos mais dos outros, nos tornamos mais maternais e nossa feminilidade fica mais intensa. Aqui é a melhor fase para concluir projectos e até mesmo auxiliar outras pessoas; não é uma fase tão criativa como a anterior, contudo é a fase mais empática do mês.

A FASE DA LUA MINGUANTE

Caso não ocorra a fertilização, o revestimento do útero começa a se desintegrar ou seja, ele vai minguando assim como a lua decrescente. Aqui é o momento em que nossas taxas hormonais começam a cair e por isso podemos ter muitos sintomas físicos. Uma maneira de aliviá-los, é compreendendo essa fase do nosso corpo e melhorando a alimentação, utilizando terapias que ajudem o corpo a relaxar (como massagens ou aromaterapia) e principalmente acalmando a mente.

Quando a fase pré menstrual começa, vamos nos tornando mais intuitivas e intensas. Nossa sexualidade e criatividade se tornam cada vez mais poderosas e podemos ter mais sonhos e insights importantes para a nossa vida. O arquétipo feminino dessa fase é conhecido como a feiticeira por ser o instante mais selvagem desse ciclo.

A FASE DA LUA NOVA

Então chega a lua nova, que é um momento de renovação, de liberar aquilo que já não nos serve mais para podermos nos preparar para “o novo” e no nosso ciclo é conhecido como a menstruação. Aqui nossa energia intuitiva se torna mais acolhedora do que explosiva como na fase anterior, de modo que podemos nos sentir mais introspectivas e por isso a necessidade de dormir mais aumenta, já que nos sonhos nos conectamos ainda mais com nosso subconsciente.

É a fase mais espiritual de todas e é o melhor momento para resolver problemas do passado e se liberar das energias que não são mais necessárias. O último arquétipo é conhecido como bruxa anciã justamente por ser o mais místico de todos.

E assim como lua, essas são as nossas fases menstruais e quanto mais entendemos como nossas fases funcionam, melhor sabermos reagir as situações que vivemos no dia a dia. A melhor dica para saber em qual período “lunar” seu corpo se encontra é através de um diário pessoal que você pode ir anotando conforme seu último dia de menstruação para a fase crescente e o último dia para a fase da lua nova. O mais incrível é que muitas vezes, nosso ciclo acompanha as fases da lua também, afinal, assim como a lua, também fazemos parte da natureza desse planeta.

 

Artigos Relacionados

Sobre o autor Ver todos os artigos

O Guia Da Luz

Pin It on Pinterest

Share This