fbpx
O Guia Da Luz

A descoberta do Grande Código de Isaías nas cavernas do Mar Morto, em 1946, revelou pistas sobre o nosso papel na criação, que foram perdidas nas edições do século IV A.C. Entre estes achados se encontram as instruções de um modelo “perdido” de orar que a ciência quântica moderna sugere que tem o poder de curar nosso corpo, trazer paz duradoura ao nosso mundo e, quem sabe, evitar as grandes tragédias que a humanidade poderá enfrentar. Cada vez que utilizamos esta tecnologia interna para rezar, experimentamos “O Efeito Isaías”.

Nas palavras de sua época, as antigas tradições, como as dos Essénios, nos lembram que cada oração já foi atendida. Qualquer que seja o resultado que podemos imaginar, assim como cada possibilidade de que somos capazes de conceber, é um aspecto da criação que já foi criado e existe no presente como um estado “dormente” da possibilidade. São estas mesmas probabilidades de resultados que fornecem as bases para o novo modelo da Teoria das Cordas e Teoria-M, e, muito possivelmente, são responsáveis por várias dimensões do que agora acreditamos ser nossa criação. Desde esta perspectiva, nosso uso e aplicação da oração, baseada em sentimentos, deixa de ser menos com respeito a “criar” este ou aquele resultado, e se converte em mais por “ter acesso” ao resultado desejado, já criado. Embora as antigas e as modernas tradições parecem concordar com a existência das muitas possibilidades, os questionamentos tem sido sempre sobre: como despertar um resultado específico e o fazer real em nossas vidas actuais? Como podemos chamar a possibilidade de paz em nosso mundo, por exemplo, ou saúde em nossos corpos – possibilidades que já existiam -, quando os acontecimentos de nosso mundo parecem nos mostrar condições de violência e de desastre? A resposta a esta pergunta e a chave para o Efeito Isaías estão fundamentadas na revelação do mistério da oração com base no sentimento.

Os antigos Essénios nos lembram que existe uma forte relação entre o que acontece em nosso mundo interior dos sentimentos e as condições do mundo que nos rodeia. Talvez, extraordinariamente simples, esta relação nos diz que a condição da nossa saúde, nossa sociedade e, inclusive, os padrões do clima são reflectidos pela maneira como lidamos com a vida interior. Experimentos recentes na ciência das energias subtis e na física quântica, agora fornecem credibilidade justamente a essas tradições.

 

 

Por meio de uma linguagem que somente agora estamos começando a entender, Isaías nos mostra como ter acesso às possibilidades já criadas de saúde, paz e cooperação e como trazê-las à realidade de nossas vidas. Já que a ação do nosso mundo exterior é um reflexo do nosso mundo interior de sentimentos, Isaías nos sugere que o façamos, sentindo como se nossas orações já tenham sido atendidas. É precisamente o poder deste sentimento o que dará vida às nossas orações. Novas pesquisas sugerem que, quando sentimos gratidão no cumprimento de nossas orações, em nossos campos de efeito, nossos sentimentos já produzem as condições que trazem novas possibilidades às nossas vidas.

Através das palavras de outros períodos, os antigos nos convidam a recuperar o antigo modo de rezar, como sendo um estado permanente de consciência em que nos transformamos, em vez de uma determinada forma de acção que fazemos ocasionalmente. Nas palavras que são tão simples como elegantes, somos lembrados, para que nos “cerquemos” das respostas às nossas orações e as “envolvamos” nas condições que as escolhemos experimentar. Em linguagem actual, esta descrição nos sugere que, para que possamos fazer mudanças em nosso mundo, primeiramente será necessário vivenciar os sentimentos de que esta mudança já ocorreu.

Como a ciência moderna continua confirmando a relação entre nossos pensamentos, sentimentos e sonhos com o mundo que nos rodeia, torna-se claro essa ponte esquecida entre nossas orações e aquilo que vivenciamos. A beleza interna dessa tecnologia é que ela se baseia nas condições humanas que já possuímos. Desde os profetas em seus ensinamentos, nos lembram que, honrando a vida, cumprimos nosso dever com a sobrevivência de nossas espécies e o futuro do único lar que conhecemos.

 

 

Artigos Relacionados

Sobre o autor Ver todos os artigos

O Guia Da Luz

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Não perca uma pitada do nosso site!
Subscrever á Newsletter
Seja o primeiro a receber as últimas actualizações e conteúdo exclusivo directamente na sua caixa de entrada de e-mail.
Subscrever
Experimente, você pode cancelar a inscrição a qualquer momento.
close-link

Bem Vindos

Você não nos encontrou por acaso. A ajuda que você precisa pode estar bem aqui. Entre em contacto e desabafe sobre os seus problemas. Garantimos dar o melhor de nós para ajudar você a resolver todos os seus obstáculos. Sob a luz dos vossos Guias.
CONTACTE-NOS!
close-link
Será destino?
%d bloggers like this: